Make your own free website on Tripod.com

:::::  Ao som da música  :::::

Amilcar Soares

||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||
Home

Midi

Cordas Teclas Sopros Percussão Pauta
 Como usar um sequenciador MIDI ||||||||||||||||||||

  MÚSICA DIGITAL

A melhor maneira é activar o metrónomo, que emite um som marcado os compassos e o andamento da música. No massiva, é a função BEEP. Ajuste este andamento em batidas por minuto, de acordo com o que pretende fazer.

Qualquer coisa entre 80 e 140 serve para testar. Pode então seleccionar um som, como PIANO (Program Change 1) para começar.

De seguida clique no botão de gravação e aguarde pela contagem de arranque e toque durante o tempo que lhe apeteça. Não se preocupe com as pequenas falhas, pois poderá corrigi-las mais tarde.

 

Quantificação                                  

Esta função permite acertar as notas tocadas com o andamento corrente, ou seja, se tocou uma nota atrasada, ou uma nota demasiado cedo, esta função vai ajustar a nota tocada no tempo certo. Esta função está disponível em quase todos os sequenciadores, acedendo-se normalmente premindo o botão direito do rato, sobre a parte musical gravada. Tente inicialmente um valor 16 e se ainda não estiver ao seu gosto, tente 8 ou outro valor.

 

Edição                                               

A quantificação, pode ajudar a corrigir os erros de tempo, mas as notas mal tocadas ou fora de tom, têm de ser editadas manualmente. Para o fazer, basta clicar sobre ela e, o programa abre uma janela de edição. Todas as notas ficam disponíveis para edição. Clique e mantendo premido o botão do rato, desloque a nota para cima ou para baixo, até encontrar na pauta, a sua posição certa. Dependendo do software que estiver a utilizar, muitos outros parâmetros poderão ser modificados como por exemplo a velocidade ou intensidade com que a nota foi atacada, o tom, a duração, e muitas outras. 

 

Desenvolvimento                           

Após ter corrigido e gravado a sua primeira parte musical, é altura de lhe adicionar mais instrumentos. Na lista, comecemos por adicionar a percussão. 

A percussão é sempre posta a funcionar no canal 10. Ao teclado, é atribuída a cada tecla, um som de percussão, tornando-o numa bateria virtual. Cada som tem a sua clave musical própria. 

 É tudo uma questão de prática. Em todo o caso, podemos inserir no canal 10, uma pista de cada vez, tocado em cada uma somente um instrumento percutivo. 

Podemos por exemplo inserir o Bombo, depois a caixa, depois os timbales e outras passagens rítmicas próprias da música que estiver a ser criada.

 

Áudio                                             

A tecnologia informática actual, permite gravações de áudio em computadores, com qualidade CD. Mais ainda, esta pode ser trabalhada e posteriormente gravada em CD de música. Por isso se não sabe teclar nada de jeito nem está nos seus planos o uso de ficheiros MIDI, ignore tudo o que leu até ao momento. Para já é fundamental que a placa de som seja algo de jeito, como por exemplo a Montego 2, SoundBlaster Live!, MaxiStdio ISI ou outra de qualidade semelhante ou melhor. É uma questão de «massas». Normalmente estas placas apresentam entradas diversas e permitem ligar microfones, guitarras, e outras fontes sonoras. Claro que para gravar as partes de voz, vai ter de adquirir um microfone de qualidade, caso contrário desista já. O som das guitarras fica melhor, se for buscar o sinal à saída de um amplificador (mais uma despesa) ou de um processador de efeitos. Em caso do uso de microfones múltiplos, para uso com baterias, precisará de uma mesas de mistura, claro!! Existem actualmente umas coisas destas acessíveis com 4 ou 8 canais, de 50 contos (mais coisa menos coisa). No sequenciador, as pistas são definidas como pistas de áudio, e em cada uma deles pode inserir o som que desejar, para compor o seu arranjo musical.

 

Combinação                                

A maior parte dos músicos mistura gravações áudio com pistas Midi. Estas últimas são por vezes utilizadas como uma espécie de matriz, onde determinados instrumentos irão ser posteriormente substituídos por ficheiros de áudio correspondentes. Por exemplo um som de guitarra em formato Midi, será posteriormente substituído por um áudio de guitarra gravado pelo instrumento real.

 

Concerteza que se irá divertir...

 

É certo que por vezes acabamos por nos saturar com as coisas que fazemos todos os dias com o nosso computador. Folhas de cálculo, processamento de texto, cartas, correio electrónico, navegar na internet, tudo até dizer basta... Muitas destas tarefas de rotina podem ser um bocado chatas. Para quebrar a rotina, por vezes somos tentados a um joguito ou outro, mas mesmo fritar alienígenas ou andar com um boneco, tem as suas limitação criativas. No fim do jogo, nada fica para mostrar. Se gosta de música, se alguma vez tocou um pouco de piano, ou outro instrumento de teclas, pode tentar mudar as coisas e ser criativo. Com alguns «cobres», pode comprar um pequeno teclado midi, alguns cabos, e ligar esse teclado à sua placa de som. Agora só falta o software.

Se não possuir um sequenciador, pode obter gratuitamente um, como por exemplo o massiva. Tem disponível neste site outros programas para o efeito. Antes de ser possível começar a fazer barulho, dever ter em atenção a lei do ruído, e especialmente os vizinhos. Mas não é só. Pegue em cerca de 20 contos (ou até menos) e compre um teclado MIDI, alguns cabos também MIDI. A porta joystick da placa de som transforma-se em porta midi com a ligação do cabo midi, ficando disponível ainda a entrada do joystick ou outro artigo semelhante.

Quando comprar o teclado, tenha em atenção as suas capacidade de teclista, e o tamanho dos seus dedos, porque existem diversos tipos de teclados, alguns deles com teclas de tamanho reduzido, onde só mesmo os dedos mindinhos conseguem tocar. Para estes teclados, qualquer coisa como 10 contos resolve o problema. Mas pode ir mais longe e ter em atenção quantas oitavas estão disponíveis

O meu conselho é a compra de um teclado robusto, semelhante a um teclado de piano, mas aí tem de desembolsar mais umas «massas». É uma questão de procurar. Em todo o caso pode ter aí por casa algum teclado. Depressa, depressa... verifique na parte de trás se tem tomadas Midi!!!

Após ligar tudo direitinho, vamos então fazer barulho.

 

Música finalmente!                   

Antes da primeira gravação, deve definir o tempo - andamento - da sua música.  

 

 

 

A maior parte dos sequenciadores iniciam-se carregando uma sequência modelo. Há vários parâmetros que é preciso definir para cada pista que se tenciona usar, o primeiro dos quais é o dispositivo de saída. Neste caso, estou a usar o sintetizador MIDI interno da minha placa de som.

Especifique um canal MIDI. Utilize sempre o canal 10 para as faixas de percussão. Os números Program Change permitem escolher o som que a pista reproduzirá. No meu exemplo, escolhi o número 1 que corresponde ao piano normal. Assegure-se que dá um nome a cada pista.

Logo que tenha definido algumas pistas, seleccione uma delas, carregue no botão de gravação, espere a contagem inicial e, comece a tocar o seu teclado. Tente manter-se sincronizado no tempo marcado pelo metrónomo.

Em certos programas, é possível fazer clique duplo numa determinada parte musical gravada, para aceder a uma ecrã de edição semelhante à figura. Poderá ver todos os sons tocados e pode alterar todas as propriedades desses sons.

Clique com o botão direito do rato sobre uma parte para chamar um ecrã como este, o que lhe dá uma grande quantidade de opções para afinar o som dessa área seleccionada. Use o botão direito para obter um novo conjunto de opções.

No caso específico do Massiva, possui um ecrã adicional que dá acesso directo às funções MIDI avançadas da placa de som AWE64. Há poucos sequenciadores com módulos que permitem mudar as coisas, como a ressonância, corte e reverbação.

 

Obedeça sempre:

 Explore o seu software e hardware.

 

Contacta-me

Deixe o seu comentário

Actualizado em: 2001-06-30

Download