Make your own free website on Tripod.com

:::::  Ao som da música  :::::

Amilcar Soares

||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||
Home Back

Midi

Cordas Teclas Sopros Percussão Pauta

  O LIRÃO

 

|||||||||||||||

 

O Lirão é um instrumento de corda de origem Italiana. Durante a primeira metade do século XVI, coube-lhe a substituição grave da lira da braccio. Na época do seu maior apogeu, foi também conhecido pelos nomes de lira perfecta, lironne perfetto e outros. De tamanho maior e registo mais grave, tinha um formato parecido com o da lira da braccio. A caixa acústica tinha um perfil parecido, com as chanfraduras muito pronunciadas. O tampo harmónico tinha duas abertura na parte média da caixa, de ambos os lados das cordas, em forma de f ou de S, enquanto a lira de braccio apresentava uma terceira abertura em forma de roseta, como era tradicional do tampo harmónico do alaúde. O braço do Lirão tinha um diapasão curto incorporado, provido de travessões em tripa, com um máximo, em geral, de 8 divisões. Por outro lado a peça que fixa as cordas na parte inferior do instrumento, na parte grave da caixa de música, era muito semelhante ao dos outros instrumentos de arco. 

O Lirão era utilizado para acompanhar o canto, a solo ou com outros instrumentos, especialmente a harpa e o violino. Durante o século XVI e início do século XVII, Carlo Gesualdo, entre outros,  utilizou este instrumento nos seu madrigais. Posteriormente também foi utilizado para acompanhar os recitivos das óperas. Caiu em desuso nos finais do século XVIII, cedendo o lugar à família das violas e violinos mais tarde.

 

Como Funciona

O Lirão tocava-se  com arco, como a lira da braccio mas ao contrário desta, que se segurava como o violino, apoiava-se no chão ou entre pernas. As ilustrações e os instrumentos que chegaram até nós entretanto, permitem a comprovação de que o número de cordas que possuía variava entre 11 e 15. Devido ao seu cavalete, baixo e largo, o arco, facilmente pressionável para poder abarcar as cordas, costumava ser utilizado para executar acordes, pois as características referidas permitiam que se alcançassem facilmente as sequências de acordes.

 

Contacta-me

Deixe o seu comentário

Actualizado em: 2001-06-21

Download